Atendimento/Televendas

  • (11) 3583-0450
  • WPP: (11) 96356-0323

Horta caseira

Dicas para iniciar a plantação e cultivo


A jardinagem caseira está aumentado cada vez mais. O cultivo de frutas, legumes e ervas se tornou cada vez mais popular para muitas pessoas. Entre os motivos para este aumento podemos citar a economia obtida através da produção do próprio alimento, o fato do sabor dos alimentos caseiros ser melhor e o fato de não ter que se preocupar com agrotóxicos e aditivos artificiais.

Horta caseira

Ter uma pequena horta em sua casa pode fazer uma grande diferença para suas finanças. É possível produzir 1 quilo de alimentos em um espaço de 1,5 metro quadrado. Mas para isso, é importante ter um terreno bem cuidado.

Muitos acabam desistindo após terem resultados decepcionantes por não terem uma estratégia realista do tempo e dinheiro que vão precisar. Felizmente, existem muitas formas de melhorar os resultados.

Conheça seu ambiente


Antes de começar uma horta familiar, analise a sua localização e considere que tipo de plantas você está tentando produzir. Verifique pacotes de plantas e descrições de catálogos para detalhes sobre as condições ideais para a água, luz solar, zonas de plantio, etc.


Verifique a sombra e luz solar


Verifique a quantidade de exposição solar que sua horta recebe, antes de decidir o que plantar. Para a maior parte das plantas, o ideal é entre 6 e 10 horas de exposição solar por dia. Algumas plantas como as árvores cítricas são mais suscetíveis à queima solar e requerem mais cuidados.


Plantar em áreas com pouca luz pode fazer com que as plantas sejam menores e menos produtivas. Para ter um bom rendimento, você pode aumentar o número de plantas. A vantagem é que menos ervas daninhas crescem na sombra.


Algumas das plantas que crescem bem na sombra incluem: cogumelos, hortelã, batata, manjericão, couve e agrião.


Conheça sua região


Verifique quais são as zonas de plantio na sua região ou procure informações em algum catálogo de plantas. Plantar fora da região recomendada é quase um desperdício certo de dinheiro, a menos que você esteja disposto a investir e simular as condições apropriadas.


Conheça seu solo


Para determinar com o que você está trabalhando, pegue um pouco de solo, molhe-o e tente formar uma bola. O solo que se desmorona ou não tem forma é arenoso. O solo escorregadio e apertado é barro, e o solo que forma uma bola solta é argiloso.

As plantas se dão melhor em solo argiloso. Se o seu solo é de barro ou arenoso, adicione alterações, como compostagem orgânica, para adicionar nutrientes e corrigir a sua estrutura.



Faça um teste no solo


Antes de começar um jardim, faça um teste no solo e repita o teste a cada três anos. Os resultados mostram características como teor de matéria orgânica, pH e níveis de sal. O teste pode esclarecer problemas do passado para que você possa resolvê-los.


Alguns dos problemas podem ser níveis elevados de metais pesados como o alumínio, ou nutrientes como o fósforo em quantidade inadequada. O que pode comprometer o crescimento das plantas.


O teste também ajuda a identificar o tipo de planta adequado para seu solo. Muitas plantas se desenvolvem em um solo com pH de 6,0 a 6,5. Enquanto outras, preferem que a acidez seja de 4,5. Verifique o pacote da planta para saber o tipo de solo adequado.


Verifique outros fatores


Fatores como a ameaça de escoamento químico de um campo vizinho, ou contaminação causada por mineração pode indicar que o ideal seja um jardim em um contêiner ou um jardim de canteiro. Considere outros fatores como a distância do seu jardim do fornecimento de água e a proximidade de grandes árvores que competem por água ou nutrientes.


Fique ligado em nossos informativos, em breve iremos trazer mais informações para cuidar melhor de sua horta caseira. Consulte também nossos produtos em casa e jardim. Temos em nosso catálogo oque você precisa para manter sua horta forte e saudável.

Telefone
WhatsApp