Atendimento/Televendas

  • (11) 3583-0450
  • WPP: (11) 96356-0323

Infecções do ouvido e otite externa em cães

otite externa em cães

O distúrbio mais comum do canal auditivo em cães é chamado otite externa. Essa condição ocorre quando a camada de células que se alinham no canal auditivo externo fica inflamada. Os sintomas incluem odor, vermelhidão da pele, inchaço, arranhões, aumento da secreção e pele escamosa. Uma ou ambas as orelhas podem ser afetadas. 


A otite externa pode ser causada por muitos fatores diferentes. Alguns desses fatores (como parasitas, objetos estranhos e alergias) parecem causar diretamente a inflamação, enquanto outros (como certas bactérias, leveduras ou uma infecção do ouvido médio) perpetuam a condição. Identificar esses fatores é fundamental para o sucesso do controle da inflamação. A menos que todas as causas sejam identificadas e tratadas, a condição pode retornar. Com base nesses fatores, seu veterinário pode determinar se a condição pode ser curada ou se tratamentos longos ou permanentes são necessários.


Analisar o histórico e fazer exame detalhado da pele e condições físicas podem fornecer pistas sobre a causa da otite externa. As orelhas e as regiões próximas à orelha podem mostrar evidências de autotraumas (por exemplo, arranhões), vermelhidão da pele e anormalidades primárias e secundárias da pele. Deformidades das orelhas, crescimento anormal de tecido no canal e tremor de cabeça sugerem desconforto no ouvido de longo prazo.


Seu cão pode precisar de sedação ou anestesia para permitir um exame completo usando um otoscópio. A anestesia é especialmente indicada se o animal estiver com dor, se o canal auditivo estiver obstruído com secreção ou tecido inflamatório generalizado, ou se o animal estiver muito agitado. Um exame usando um otoscópio permitirá a identificação de objetos estranhos no ouvido, infecções com parasitas e tímpanos rompidos ou anormais.


Se o seu cão tem algum tipo de corrimento nas orelhas, ele deve ser examinado por um profissional veterinário. Um corrimento escuro no canal geralmente sinaliza a presença de uma infecção por parasita, como ácaros, mas também pode indicar uma infecção bacteriana. Seu veterinário irá examinar a ocorrência de ovos, larvas ou adultos de ácaros.


Testes adicionais às vezes são necessários para identificar os fatores que causam a inflamação. Amostras de pelo para testes de micose podem ser coletadas. Biópsias de animais com inflamação obstrutiva de longo prazo do canal auditivo externo em apenas uma orelha podem revelar se os tumores estão presentes. As radiografias podem ser realizadas quando se deseja uma melhor visualização do tímpano, quando há suspeita de inflamação do ouvido médio ou quando sinais neurológicos (como perda de equilíbrio) estão presentes.


Tratamento

Para tratar essas condições, seu veterinário precisará identificar e corrigir as causas subjacentes. Qualquer dor também deve ser gerenciada. Seu veterinário também pode recomendar a remoção do cabelo nos canais do ouvido, um procedimento doloroso geralmente feito sob anestesia.


Como as medicações tópicas podem ser prejudicadas pelo corrimento ou pelo excesso de cera, seu veterinário provavelmente limpará as orelhas suavemente e depois as secará antes de iniciar o tratamento. Em animais com orelhas doloridas, a limpeza adequada requer anestesia geral. Siga o conselho do seu veterinário sobre a limpeza das orelhas em casa. Muitos recomendam que você espere de 5 a 7 dias aós o exame para iniciar a limpeza do ouvido em casa.


Quando aplicada corretamente, a medicação ideal revestirá a camada de células que revestem o canal auditivo externo como uma película fina. Medicação administrada por via oral ou injeção provavelmente será incluída no regime de tratamento na maioria dos casos de inflamação de longo prazo do canal auditivo e em qualquer caso em que haja suspeita de inflamação do ouvido médio.


A maioria dos medicamentos tópicos para os ouvidos contém uma combinação de antibióticos, antifúngicos e glicocorticóides. Seu veterinário irá prescrever um que seja adequado.


Medicamentos irritantes (por exemplo, remédios caseiros e diluições de vinagre) devem ser evitados. Eles causam inchaço do revestimento do canal auditivo e um aumento das secreções glandulares, que predispõem a infecções bacterianas ou fúngicas. Substâncias que normalmente não são irritantes nos canais auditivos normais podem causar irritação em uma orelha que já está inflamada.


Cuidado preventivo

O melhor tratamento da inflamação do ouvido externo é a prevenção. Certifique-se de inspecionar as orelhas do seu cão regularmente e observe quaisquer mudanças incomuns de temperatura, mudanças na cor ou condição da pele, aumentos súbitos de umidade ou outras mudanças. Quando você perceber alterações nos ouvidos do seu animal de estimação, é hora de fazer um check-up imediato.


Seu veterinário pode mostrar como limpar adequadamente as orelhas do seu cachorro, se necessário. A frequência da limpeza geralmente diminui ao longo do tempo de diariamente para uma ou duas vezes por semana como um procedimento de manutenção preventiva. Em alguns casos, remover o pelo do interior do pavilhão auricular e ao redor do canal auditivo melhora a ventilação e diminui a umidade nos ouvidos. No entanto, você deve verificar com seu veterinário antes de fazer a remoções dos pelos, pois isso pode levar à inflamação. O pelo não deve ser removido se não estiver causando um problema.

Medicamentos Pet

Ver todos os produtos

Telefone
WhatsApp