Atendimento/Televendas

  • (11) 3583-0450
  • WPP: (11) 96356-0323
  • Agrosil 6.000.000 UI 20 ml
  • Foto ilustrativa

Agrosil 6.000.000 UI 20 ml

  • Marca: Vansil
  • Referência: 2033
  • Por R$ 11,50
  • Ou R$ 10,92 a vista -5%
Produto indisponível
Formas de pagamento

Fórmula:



Cada frasco ampola contém:
Benzilpenicilina Procaína....................................................4.000.000 UI
Benzilpenicilina Potássica...................................................1.000.000 UI
Benzilpenicilina Benzatina..................................................1.000.000 UI
Estreptomicina (sulfato)......................................................................2 g
 
Cada ampola com diluente contém:
Água para injeção.........................................................................15 ml
Indicações:


Tratamento de infecções causadas por agentes bacterianos abaixo discriminados sensíveis aos princípios ativos da formulação.
Bovinos: Mastite (Streptococcus sp), Edema Maligno (Clostridium septicum), Carbúnculo Sintomático (Clostridium chauvoei), Gangrena (Clostridium perfringens), Tétano (Clostridium tetani) e Hemoglobinúria (Clostridium haemolyticum).Equinos:Garrotilho (Streptococcus equi), Onfaloflebite (Staphylococcus genitalium), Artrite Supurativa (E. coli, Salmonella spp, Actinobacillus spp), Linfangite Ulcerativa (Corynebacterium pseudotuberculosis), Pneumonia dos Potros (Corynebacterium equi), Listeriose (Listeria monocytogenes) e Septicemia dos Potros (Salmonella abortus equi).
Suínos: Enterite Necrótica (Clostridium perfringens), Diarréia dos leitões (Escherichia coli), Meningite, Septicemia e Artrite (Streptococcus suis), Síndrome da Agalactia MMA (Escherichia coli, Streptococcus spp e, Klebsiella spp), Erisipela (Erysipelotrix rhusiopathiae), Abcessos e infecções de ferimentos (Staphilococcus sp e Streptococcus spp).
Ovinos: Artrite Infecciosa dos Cordeiros (Streptococcus genitalium), Poliartrite dos Cordeiros (Actinomyces pyogenesStreptococcus faecalis, Fusiobacterium necrophorus), Endocardite (Streptococcus pyogenes), Linfadenite Caseosa (Corynebacterium pseudotuberculosis), Listeriose (Listeria monocytogenes), Carbúnculo Sintomático (Clostridium chauvoei) e Edema Maligno (Clostridium
septicum).

Dosagem:


Para bovinos, equinos, suínos e ovinos, administrar por via intramuscular 1 ml do produto diluído para 30 a 40 kg de peso vivo ou um frasco para 600 a 800 kg de peso vivo, diariamente durante 3 a 5 dias. Transferir para o frasco o conteúdo do diluente com o auxílio de uma seringa até obter uma suspensão homogenia. O tratamento deve se prolongar por mais 48 horas após o desaparecimento dos sintomas. Em 1 ml de produto reconstituído temos 0,43 g de pó em suspensão, na seguinte proporção: Benzilpenicilina Procaína: 200.000 UI; Benzilpenicilina Potássica: 50.000 UI; Benzilpenicilina Benzatina: 80.000 UI; Estreptomicina (Sulfato): 134 mg. Alterações na posologia e modo de uso a critério do Médico Veterinário.
Administração:


Via intramuscular.
Precauções:


Efeitos colaterais: As penicilinas são substâncias de baixa toxicidade, mais com alto índice de sensibilização. As seguintes reações foram relatadas durante o uso das penicilinas: erupção cutânea, edema de glote, febre, artralgia e prostração. Reações anafiláticas têm sido relatadas. Em raras ocasiões podem ocorrer reações de hipersensibilidade às penicilinas e estreptomicinas. Ocorrendo estas reações deve-se imediatamente administrar medicação adequada, tal como Epinefrina e/ou anti-histamínicos.
Interações medicamentosas: Com relação às penicilinas quando associadas ao Probenecide a excreção destas é sensivelmente diminuída, assim como são aumentados os níveis sanguíneos. Com relação à Estreptomicina, devido à similaridade com outros antibióticos Aminoglicosídeos as interações medicamentosas mencionadas abaixo precisam ser consideradas durante seu uso: Deve ser evitado o uso sequencial ou concomitante da Estreptomicina com outras drogas neurotóxicas ou nefrotóxicas tais como as cefalosporinas (especialmente a Cefaloridina), Polimixina B, Colistina, Vancomicina, Anfotericina B, diuréticos potentes tais como Ácido Etacrínico, Furosemida, Manitol, etc. Os aminoglicosideos potencializam as drogas bloqueadoras neuromusculares e anestésicos gerais, aumentando o efeito bloqueador neuromuscular podendo causar parada respiratória.
Período de carência:
Bovinos e Ovinos:
Abate: O abate dos animais tratados deve ser realizado 30 dias após a última aplicação.
Leite: O leite dos animais tratados com este produto não deve ser destinado ao consumo humano até 4 a 5 dias após a última aplicação.
Suínos:
Abate: O abate dos animais tratados deve ser realizado 30 dias após a última aplicação.
Equinos: Este produto não deve ser aplicado em animais produtores de carne para o consumo humano.
 
Modo de conservação: O produto deve ser mantido na embalagem original até a completa utilização, ao abrigo da luz solar, umidade e calor, fora do alcance de crianças e animais domésticos. Uma vez reconstituído o produto deverá ser consumido em no máximo 12 horas, conservado sob refrigeração (2 à 7 ºC).

Escreva um comentário

Você deve acessar ou cadastrar-se para comentar.


Telefone
WhatsApp