Atendimento/Televendas

  • (11) 3583-0450
  • WPP: (11) 96356-0323
  • Phenylarthrite 100 ml
  • Foto ilustrativa

Phenylarthrite 100 ml

Produto indisponível no momento
Formas de pagamento

CARACTERÍSTICAS

É indicado como antiinflamatório, analgésico e antipirético. Atua nas artrites, tendinites, reumatismos, processos congestivos, na hipertermia, no golpe de calor e nas complicações inflamatórias de afecções traumáticas ou microbianas diversas.

DETALHES DO PRODUTO

FÓRMULA:

Cada 100ml contém:

Fenilbutazona..............18,00g

Dexametasona (fosfato sódico)...............35,00mg

Veículo q.s.p.......100ml

FINALIDADE:

É indicado como antiinflamatório, analgésico e antipirético. Atua nas artrites, tendinites, reumatismos, processos congestivos, na hipertermia, no golpe de calor e nas complicações inflamatórias de afecções traumáticas ou microbianas diversas.


FARMACOLOGIA CLÍNICA:

PHENYLARTHRITE mostra uma verdadeira potencialização dos efeitos antiinflamatórios das drogas isoladas.

Graças à fenilbutazona, produz-se uma forte inibição da ação da enzima ciclooxigenase (COX-2) na produção de mediadores da inflamação. Já a dexametasona inibe a expressão de COX-2, inibindo a transcrição do gene relevante e, dessa forma, reduz a geração de prostaglandinas responsáveis pelos sintomas da inflamação.


DOSES E MODO DE USAR:

Eqüinos adultos: 3 a 4 mL para cada 100 Kg de massa corporal, por via intravenosa lenta, a cada 24 ou 48 horas.

Potros: 1 a 2 mL para cada 50 Kg de massa corporal por via intravenosa lenta a cada 24 ou 48 horas.

Bovinos: 1 a 2 mL para cada 100 Kg de massa corporal, por via intramuscular profunda, a cada 48 horas.

Suínos: 0,50 a 1,50 mL para cada 50 Kg de massa corporal, por via intramuscular (dose única).

Cães: 1 mL para cada 15 Kg de massa corporal, por via intravenosa lenta, diariamente. A dose máxima diária não deve exceder a 800,00 mg.

Duração do tratamento: Usar as doses mais altas nas primeiras 48 horas e em seguida a dose é reduzida gradativamente para um nível de manutenção e é

mantida num nível mais baixo capaz de se obter uma resposta clínica desejada, o tratamento varia de 3 a 14 dias (média de 7 dias) nos eqüinos e 3 dias nos

bovinos e caninos.


PRECAUÇÕES:

Preferir as injeções intravenosas à administração intramuscular, pois a fenilbutazona pode causar irritação no local da aplicação.

Injetar lentamente por via intravenosa na razão de 10 mL a cada 30 segundos.

A fenilbutazona não pode ser usada em animais destinados ao consumo humano.


CONTRA-INDICAÇÃO:

Deve-se evitar o uso de preparações com corticosteróides nos quadros infecciosos agudos. Quando utilizados em quadros infecciosos não agudos, deve-se associar o tratamento à antibióticos bactericidas em detrimento dos bacteriostáticos .

Em geral os corticosteróides são contra-indicados nas infecções virais e no final da prenhez, quando podem induzir o parto. Também não devem ser administrados em animais que sejam portadores de insuficiência renal, cardíaca e hepática, úlcera gástrica e que Apresentem hipersensibilidade aos componentes da fórmula. O seu uso é desaconselhado em animais com diabetes mellitus, com osteoporose e que apresentem alterações hematocitológicas (anemia aplástica, leucopenia, agranulocitose, trombocitopenia). Não aplicar em animais recém-nascidos.


INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS:

Existem riscos de ocorrer interações medicamentosas quando se administra a fenilbutazona com outros agentes antiinflamatórios não-esteróides por possuírem mecanismo de ação semelhantes (inibição de cicloxigenase) podem ocasionar um aumento da ocorrência de efeitos adversos.

Conservar em local seco e fresco, ao abrigo da luz, fora do alcance de crianças.


PERÍODO DE CARÊNCIA:

Não consumir o leite dos animais tratados antes de 5 dias da última aplicação e a carne antes de 14 dias da última aplicação.


Escreva um comentário

Você deve acessar ou cadastrar-se para comentar.


Telefone
WhatsApp