Atendimento/Televendas

  • (11) 3583-0450
  • WPP: (11) 96356-0323

Saiba mais sobre a dirofilariose canina

veterinário

A dirofilariose é uma doença grave e potencialmente fatal que pode afetar os cães caso não seja tratada. Cães que sofrem de dirofilariose são infectados com o organismo Dirofilaria immitis, um nematóide comumente referido como dirofilariose. A gravidade da dirofilariose em cães depende diretamente do número de vermes presentes no corpo, há quanto tempo eles estão lá e a resposta do organismo do cão a infecção.


Nas regiões em que Dirofilaria immitis é endêmica, é muito provável que cães sem remédio contra dirofilariose desenvolvam uma doença. O verme do coração é predominante principalmente em áreas geográficas com climas tropicais e subtropicais mas a presença de Dirofilaria immitis não se limita somente a essas áreas.


O que causa dirofilariose em cães?


Os vermes do coração são transmitidos pelas picadas de mosquitos que carregam as larvas infecciosas dos vermes. Essas larvas migram pelo corpo do cão até atingir o coração e os vasos sanguíneos nos pulmões, um processo que leva aproximadamente seis meses.


As larvas continuam a amadurecer no coração e nos pulmões do cachorro - um verme do coração adulto pode crescer cerca de 20 cm de comprimento. Esses adultos reproduzem e liberam vermes cardíacos imaturos, conhecidos como microfilárias, na corrente sanguínea do cão.


Quando um mosquito morde um cão infectado, as microfilárias podem entrar no corpo do mosquito, amadurecer e depois passar para outro cão, continuando o ciclo de vida do verme do coração e espalhando a doença para o próximo hospedeiro.


Quais são os sinais e sintomas de dirofilariose em cães?


Sinais e sintomas comuns da dirofilariose em cães incluem tosse, intolerância ao exercício e condições corporais precárias, mas os sintomas podem variar dependendo da gravidade da infecção.


Em muitos casos a ocorrência de dirofilariose é assintomática, o que significa que não apresentam sintomas visíveis ou podem apresentar apenas sinais mínimos que possam desapercebidos, como tosse ocasional.


Em estágios mais avançados da doença, no entanto,  a presença de tantos vermes é tanta que bloqueia o fluxo de sangue no coração do animal. O tratamento para cães com dirofilariose em estágio muito avançado visa proporcionar mais conforto ao cão, pois a doença progrediu demais para ser curada.


Para cães que contraem dirofilariose, o prognóstico é bom para casos leves a moderados com tratamento adequado e oportuno. Cães com casos mais graves podem sofrer sérias complicações de curto e longo prazo associadas à doença e seu tratamento.


Cães com dirofilariose receberão inicialmente os tratamentos necessários para estabilizar sua condição. Serão ministrados medicamentos para matar microfilárias circulantes e poderá ser necessário uma série de três injeções ao longo de um mês para matar vermes adultos no coração e pulmões. A hospitalização é necessária quando essas injeções são administradas, e possivelmente em outros momentos, para que seu veterinário possa observar de perto os efeitos colaterais. Medicamentos de prescrição para animais de estimação, como prednisona e doxiciclina, também são normalmente prescritos para reduzir as chances de uma reação adversa. Medicamentos para dor e anti-náusea também são usados ​​com freqüência, porque as injeções podem causar desconforto significativo e dor de estômago.


Outros tratamentos podem ser necessários com base na condição individual de cada animal. Sem tratamento adequado, a maioria dos casos de dirofilariose em cães é fatal.

Medicamentos Pet

Ver todos os produtos

Telefone
WhatsApp